Artigos
 

Parabéns???  Por que?

Merece parabéns aquele que apenas cumpre com o que jurou cumprir? Merece parabéns o homem que assume perante uma assembléia que manterá uma postura ereta em busca da perfeição? Merece parabéns o maçom que comemora as conquistas passadas, mas, se esquece de fabricar, de conduzir, de induzir o futuro? Merece parabéns o que confunde tolerância com conivência, deixando claro que não se envolverá em assuntos intrigantes para manter a integridade? Merece parabéns os que deixam obscuros acontecimentos ou candidatos e iniciados indesejáveis contaminarem nossa Subl.´. Inst.´.? Merece parabéns os que se calam? Os inertes? Merece parabéns os que corrigem o outro, quer seja na postura, na oratória, enfim, enaltecendo os defeitos, quando, na verdade, estão estes críticos, tão longe quanto, da perfeição? Merece parabéns o investigador da verdade? Merece parabéns o homem que não se recorda do tempo em que tinha tempo? Merece parabéns?
 
Independente de tudo o que falam, pensam, divulgam, propagam e relatam sobre nós, não somos dignos de “parabéns”. Somos o que somos!
 
A palavra que cabe aqui e cai como a uma luva seria “OBRIGADO”!
 
Obrigado, meu diletos IIr.´., por ser quem tu és. Por assumir e cumprir o que jurastes. Por ter a coragem de pouquíssimos em manter sigilo sobre tudo o quanto aprendeu. Obrigado pela ternura nos momentos mais difíceis de nossos outros IIr.´.. Obrigado pela tolerância. Muito obrigado pelo calor fraternal que esbanjais sobre todos os demais. Obrigado pela contribuição com o próximo, com a família, com o carente, com o necessitado. Obrigado pelo tempo que investe na Subl.´. Inst.´. com fim único de refazer incansavelmente seu VITRIOL. Obrigado por não se esquecer jamais de socorrer aqueles que necessitam, seu Ir.´., sua Loj.´., seus pares. Obrigado por intervir sempre em prol do bem estar da pátria. Obrigado por ser BRASILEIRO e sentir-se assim, nato e comprometido com a nação. Obrigado por ter dedicado uma vida cada vez mais longe dos vícios e mais perto das virtudes. Obrigado, principalmente, por atender aquele que lhe pede socorro, independente de quem seja. Obrigado pela sua caridade. Pela sua fé. Por ter esperança. Obrigado, meu dileto Ir.´.. Muito obrigado.
 
Obrigado por EXISTIR em minha vida.

Conte SEMPRE comigo! Sinta-se abraçado fraternalmente.

Ao menos hoje, tire alguns poucos minutos para refletir em O QUE É SER MAÇOM (ou melhor, em o que é ser RReconh.´. com T.´..) e quando encontrar tal resposta, pense mais uma vez se o Ir.´. se enquadra neste perfil, o que tenho certeza que SIM. Então, reflita ainda mais uma vez em como contribuir para que nossos pares também possam sentir esta plenitude quase divinal, e contagiem-se com os incansáveis estudiosos e buscadores da verdade.
 
Glória ao G.'.A.'.D.'.U.'.
 
S.'.F.'.U.'.    A.'.M.'.  Lourival Oliveira.'. 

Área restrita
Login :
Senha :
Indique o site
Seu nome:
E-mail do amigo:

Rua : Ibirapuera Nº 83 Jd São Lourenço Campo Grande - MSNúmero de visitas : 32331